Cabo eleitoral do PMDB diz que Pulcineli é parcial e jornalista admite: “não acredito em imparcialidade”

Sandro Ragonezi, militante do PMDB e presença constante no Twitter, é mais um a contestar o trabalho da jornalista Fabiana Pulcineli e do Grupo Jaime Câmara (GJC) como um todo. Ragonezi acusou Pulcineli de ser parcial e de ter “preferências políticas secretas”. Ela reconheceu que é parcial.

“Vi um comentário seu sobre mim e não entendi. Quando e onde eu me disse imparcial?”, respondeu a jornalista. “Não se preocupa com isso, tem seu talento e sabe colocar dedo na ferida, se vc tem uma prefência secreta é normal, quem não tem?”, disse Ragonezi. “Não acredito em imparcialidade. Defendo honestidade e esforço pela isenção. É o que tenho”.

Fabiana concluiu dizendo: “Em nenhum momento eu falei em preferência secreta. Falo no termo imparcialidade de uma forma mais ampla. Não acredito em imparcialidade. Defendo honestidade e esforço pela isenção. É o que tenho”.