Projeto de Lei de Rubens Marques mantém 3 mil empregos em Minaçu

Após um ano da sanção da Lei que libera a extração do amianto crisotila em Goiás pelo governador Ronaldo Caiado (DEM), o deputado Rubens Marques (PROS), autor do Projeto de Lei que deu origem ao código estadual, comemora o resultado positivo da iniciativa. “Conseguimos manter o sustento de quase três mil famílias que são beneficiadas direta e indiretamente pelo produção do minério no município de Minaçu”, pontuou.

O deputado argumenta ainda que além dos empregos, a região Norte de Goiás é dependente economicamente dos impostos gerados pelas mineradoras instaladas na região.

A expectativa da mineradora SAMA, uma das empresas que atua em Minaçu, é de uma produção em torno de 150 mil toneladas de crisotila em 2021, que serão exportados para outros países. Marques afirma ainda que a atividade extrativista é uma das responsáveis pela geração de receita no Estado, sendo uma das mais importantes para o desenvolvimento econômico de Goiás.