Enquanto Marconi trouxe Hyundai e Suzuki para Goiás, Vanderlan levou montadora chinesa Lifan para Pernambuco

Essa descoberta do blog 24 Horas vai ter reflexos até na campanha eleitoral do ano que vem.

Garantido.

Olha só: enquanto o governador Marconi Perillo trouxe para Goiás duas montadoras de automóveis, a Hyundai e a Suzuki (além de centuplicar o tamanho da Mitsubishi), o empresário Vanderlan Cardoso fechou sociedade com os chineses e levou a montadora Lifan para Pernambuco.

Nesta quarta-feira mesmo, o governador Marconi Perillo esteve em Anápolis, para uma visita à fábrica da Hyundai, que ampliou a sua linha de produção e passou a montar em Goiás mais um modelo, o i30.

Na contramão dos interesses goianos, Vanderlan e a chinesa Lifan constituíram uma empresa chamada Active Trading, que está investindo R$ 90 milhões na implantação de uma fábrica em Caruaru, no sertão pernambucano, onde serão produzidos sete modelos de motos e minimotos e dois modelos de triciclos motorizados.

Goiás, no eixo Anápolis-Catalão-Itumbiara, tem toda a estrutura necessária para abrigar montadoras de automotores, em condições superiores a Pernambuco, inclusive pela proximidade estratégica com os maiores mercados consumidores do país.

Mas Vanderlan preferiu o Estado nordestino, que é governador pelo presidente nacional do seu partido, o PSB – Eduardo Campos.

E ainda levou os chineses para lá.

Tem mais: ao lado da fábrica de motos, minimotos e triciclos, Vanderlan está investindo, sozinho, entre R$ 25 e R$ 30 milhões em uma fábrica de salgadinhos, tipo a Mico’s, de Senador Canedo.

No total, o empresário socialista está levando em torno de R$ 120 milhões em investimentos para construir fábricas em Pernambuco. Juntos, os dois empreendimentos de Vanderlan vão gerar 600 empregos diretos e mais de dois mil indiretos, número que deverá duplicar em dois anos.

Bom para Pernambuco. Ruim para Goiás.