Valentina Jungmann avisa Lúcio Flávio que mantém pré-candidatura à presidência da OAB

(Matéria do site Rota Jurídica)

A conselheira federal da OAB Valentina Jungmann enviou, na tarde desta quarta-feira (7), comunicado ao presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Goiás (OAB-GO), Lúcio Flávio de Paiva, reiterando sua intenção de concorrer à presidência da entidade nas próximas eleições. O comunicado se deu após Lúcio Flávio ter divulgado apoio à pré-candidatura do presidente da Escola Superior da Advocacia de Goiás (ESA-GO), Rafael Lara Martins ao cargo.

No documento enviado por Valentina, ela afirma que desde 2015 integra o grupo que deu suporte e apoio a Lúcio Flávio nas duas gestões. “Você conhece minha atuação no Conselho Federal, onde me destaquei como a única representante feminina de Goiás na bancada. Tive auxílio e colaboração de meus pares. Juntos obtivemos, por exemplo, a aprovação de recursos financeiros e nomeações de membros em inúmeras comissões”, afirmou, acrescentando que se manteve, ao longo dessa jornada, “leal a você e a gestão. Lutei bravamente em favor de uma advocacia inclusiva”.

Além disso, ela assegurou que a candidatura dela não nasceu de “minha vontade exclusiva”. Diversos colegas, conforme disse, “estiveram comigo comungando ser o momento de uma candidatura feminina à presidência da OAB-GO”. Ela lembrou ainda que já foi conselheira seccional, diretora-geral da ESA, vice-presidente e conselheira federal, podendo vir a ser, em 80 anos de história da OAB-GO, a primeira advogada presidente da instituição.

Em virtude disso, ela pontuou que manterá sua candidatura. “Minha candidatura nasce de um sentimento, um desejo da classe por uma OAB mais humana, mais dinâmica, mais plural, mais democrática”, apontou. Ela também lembrou que foi a primeira a comunicar a Lúcio Flávio, em fevereiro passado, sua intenção de se lançar sua pré-candidatura.

De acordo com Valentina, após o anúncio do apoio a Rafael Lara, muitos advogados entraram em contato com ela reiterando apoio. “Mantenho minha pré-candidatura, pois acho que reúno as qualidades necessárias para nos representar, não como um projeto pessoal, mas como um projeto de grupo, unido em torno de um ideal. Não me considero dissidente e menos ainda, oposição, mantenho o mesmo ideário que nos fez unir em 2015 e em 2018, e, por isso, sou pré-candidata”.

Apoio a Rafael Lara
O apoio a Rafael Lara foi feito por Lúcio Flávio por meio de mensagem enviada a um grupo de WhatsApp da atual gestão. “Resolvi fazê-la assim, certamente não por ser o ideal mas o possível nesse momento”. Segundo ele, a escolha se deu após meses de profunda reflexão e estudo e depois ter acesso detalhado a todas as pesquisas feitas pelos pré-candidatos. Foram analisados os mais diversas situações e cenários. Para Lúcio Flávio, o presidente da ESA-GO foi quem reuniu condições internas e externas para, com sucesso, “nos liderar nesse desafio”.

O presidente da OAB considera natural que haja decepção por quem, nesse momento, não seja o candidato. “Mas todos receberam com maturidade, desprendimento e espírito coletivo. Peço a todos que me acompanharam em duas campanhas e em duas gestões que, mais uma vez, estejam comigo – e agora com o Rafael – nesse novo desafio”, frisou. Ele ponderou que gostaria de fazer essa comunicação pessoalmente, mas os tempos não permitem. “Resolvi fazê-la assim, por WhatsApp, certamente não o ideal mas o possível nesse momento”.