Para Mauro Rubem, ao dar bônus, Paulo Garcia trata médicos como celular

O deputado Mauro Rubem tem uma posição clara e já externada várias vezes em relação ao pagamento de bônus de desempenho aos servidores públicos.

Por dezenas de vezes, ele disse que “servidor público não é celular para ganhar bônus”.

Isso mesmo: “Servidor público não é celular para ganhar bônus”.

Ele disse isso na tribuna da Assembleia, em entrevistas, no seu blog na internet, no perfil de Twitter e Facebook e em manifestações públicas.

Agora, Paulo Garcia, companheiro petista de Mauro Rubem, vai pagar bônus aos médicos do município.

E Mauro Rubem, com certeza, vai ser contra e denunciar que “médico não é celular para ganhar bônus”.

É isso mesmo, né, Mauro Rubem?

Ou vai mudar de ideia agora que o PT resolver adotar a medida?

Vai confirmar o apelido de “Senhor Incoerência”?

Com a palavra, o deputado Mauro Rubem.