Marconi confirma reforma na equipe para dezembro. Vai enxugar a administração também

Coluna Giro, de O Popular, informa que “o governador Marconi Perillo (PSDB) confirmou que realizará no fim deste ano as reformas administrativa e do secretariado para vigorarem em 1º de janeiro. O projeto da reforma administrativa, em estudo, deverá ser enviado à Assembleia até novembro. O objetivo, segundo governistas, é reduzir gastos com a fusão de secretarias, cortes de cargos e de comissionados (esse corte foi anunciado no início do ano, mas até hoje não foi realizado) e redução da burocracia. Será a segunda reforma administrativa desta gestão tucana. A primeira, em janeiro de 2011, criou pastas, como Gabinete da Casa Civil, Controladoria e Secretaria Metropolitana. Hoje são 52 cargos de primeiro escalão entre secretarias, agências, autarquias e estatais. Convém lembrar que o governador tentou realizar mudança no secretariado no primeiro semestre, mas não recuou por pressões de aliados. A ideia é que todos secretários entreguem seus cargos no fim de dezembro. A vontade do governador é redesenhar a estrutura administrativa para, com a mudança no secretariado, começar o próximo ano com equipe de perfil mais técnico. Outro objetivo palaciano com as reformas será tentar passar imagem de governo novo e austero, no começo de 2014, quando Marconi Perillo decidirá sobre candidatura à reeleição. Antes de promover as reformas administrativa e do secretariado, o governador deverá anunciar algumas medidas para contenção de despesas. A conferir.”