Diretor da maternidade que negou atendimento a gestante em Goiânia diz que hospital presta “bom serviço”

Orgulhoso e com o peito cheio pela homenagem que vai receber na próxima segunda-feira, o diretor da maternidade Nascer Cidadão, Sebastião Moreira, afirma que o prêmio “Hospital Amigo da Mulher”, a ser entregue pela Câmara dos Deputados, é um gesto de reconhecimento pelo “bom serviço e da humanização do tratamento” dispensado pela maternidade.

Ah nem. Fala sério, doutor!

Em junho deste ano, a equipe da Nascer Cidadão negou atendimento a gestante e a obrigou a dar à luz na recepção da maternidade. O episódio foi devidamente documentado por pacientes munidos com aparelhos de celular com câmera e gerou indignação total. Há relatos de que muitas mães saíram do local chorando e dizendo que não queriam passar por aquilo.

Prêmio merecido, Sebastião. Receba-o, leve-o para casa e suma com ele, por favor.