Jornal passa sabão em Sintego por distribuir “panfleto anacrônico” contra deputados estaduais

Veja nota publicada no jornal A Rede:

 

O plano de carreira “rasgado”

O Sintego está distribuindo um folheto em que ataca Marconi, o secretário de Educação, Thiago Peixoto, e 24 deputados. Detalhe: assim como o sindicalismo nacional, o panfleto está anacrônico. Dos parlamentares, três estão em prefeituras (Evandro Magal em Caldas Novas, Hildo do Candango em Águas Lindas, Jânio Darrot em Trindade), um no TCM (Nilo Resende) e outro no governo (Joaquim de Castro). Chama a todos de “os inimigos da Educação pública em Goiás” e prega: “Veja quem destruiu a carreira do professor e do funcionário administrativo na rede estadual”. Discorde-se deles, mas não destruíram carreira de ninguém nem são inimigos da Educação, apenas votaram contra um projeto defendido pelo sindicato.