Renatim quase foi expulso de um “estabelecimento” e reconhece que está com a imagem queimada

Renato Monteiro, o marqueteiro, admite em um post na sua conta no Twitter que está com a “imagem queimada” – provavelmente em referência às suspeitas sobre a remuneração dos serviços que ele presta para o prefeito de Goiânia, Paulo Garcia (PT), que levaram a repórter política de O Popular, Fabiana Pulcineli, a questionar o Paço Municipal, com base na Lei de Acesso à Informação, sobre o assunto.

Uma nota a respeito foi publicada no blog de Fabiana Pulcineli no portal de O Popular, um dos mais acessados do Estado.

No Twitter, o marqueteiro reclama de um incidente: “quase fui expulso de um estabelecimento”, mas não dá maiores detalhes.

Renatim é conhecido por se trajar com excessiva informalidade e costuma andar barbado, detalhe que pode ter influenciado no tal incidente – ainda há “estabelecimentos”, inclusive em Goiânia, que não permitem clientes de aparência estranha, embora isso indiscutivelmente possa ser considerado como preconceito (o apresentador Luciano Hulk foi barrado em uma churrascaria, no Rio, por estar usando chinelo de dedo e o caso ganhou repercussão nacional).

Veja o post de Renato Monteiro:

Renato Monteiro @Renato_monteiro 5 h

@andredemoraes Um dia desses quase fui expulso de um estabelecimento por conta da minha imagem queimada pelo blog. :)))))