Santa Cruz diz que Goiás não tem oposição, mas, sim “uma corrente de difamação e ódio permanentes”

O jornalista Carlos Alberto Santa Cruz publica artigo no Diário da Manhã, nesta segunda-feira, desancando a oposição em Goiás.

Aliás, Santa Cruz não enxerga nenhuma oposição em Goiás. Ele diz que “existe, sim, uma corrente de difamação e ódio permanentes”.

“Marconi vem suportando praticamente sozinho essas investidas, as mais virulentas, eivadas de muito ódio e de desespero”, escreve o articulista, que enxerga no governador “um homem de aço blindado” por resistir aos ataques e ter sobrevivido “ao corredor polonês da CPMI do Cachoeira”.

Em um trecho especialmente duro do artigo, Santa Cruz conclui que “a oposição, como uma fome de anteontem, parece que não dá conta de esperar as eleições do ano que vem, e desencadeia uma campanha sistemática e fratricida contra o governador do Estado, sem nenhum pudor ou cerimônia. Não tem propostas para Goiás: o programa da oposição é derrotar Marconi. É o poder pelo poder, de qualquer jeito, principalmente sem eleição. Porque desconfiam que pelo voto o buraco pode ser mais embaixo”.