Lauro Belchior, que é ficha suja, agora dá lições de moral no Twitter. Tenha dó, né?

O médico Lauro Belchior agora é presença full time no Twitter para dar lições de moral e criticar os adversários do filho dele, o deputado Samuel Belchior, que é presidente estadual do PMDB.

Vejam os últimos posts que ele publicou no microblog:

 

Lauro Belchior @laurobelchior
@altairtavares @diariodegoias Como pode alguém pegar empréstimo para outro pagar? Governar assim é muito fácil.

Lauro Belchior @laurobelchior
@altairtavares Acho que isto devia dar cadeia

Lauro Belchior @laurobelchior
Alguns políticos se preocupam apenas com as suas releições. Não pensam no futuro do povo do Estado de Goiá
Dr. Lauro deve ter tempo de sobra para ficar no Twitter o dia inteiro.

Afinal, foi colocado à disposição da Assembleia Legislativa desde a época do nebuloso episódio das CPI arquivadas com a retiradas de assinaturas de deputados do PMDB e, com certeza, não deve dar expediente no Palácio Alfredo Nasser, tanto que nunca foi visto por lá.

Mas, voltemos ao Dr. Lauro e suas críticas ácidas aos adversários.

Será que ele tem autoridade moral para tanto?

Dr. Lauro faliu o Instituto de Previdência do Servidor Municipal (IPSM) e precisou ser tirado às pressas de lá para não ser surrado pelos funcionários públicos da prefeitura.

Ele também é ficha suja.

Em novembro de 2012, o Ministério Público e o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) pediram a exoneração do pai de Samuel, mas o prefeito Paulo Garcia (PT) terminou o primeiro mandato sem defenestrar Lauro (Paulo sempre teve um carinho indisfarçado por fichas-sujas. Até hoje, por exemplo, Neyde Aparecida é secretária da Educação).

O noticiário negativo envolvendo o Dr. Lauro não termina por aí. No começo do ano, ele foi exonerado do Estado (onde era servidor efetivo) por causa de um processo administrativo que o condenou por ilegal de cargos – era médico da Saúde (R$ 3.972,64) e tenente-coronel da Polícia Militar (R$ 14.027,52).

Antes de jogar pedras no telhado alheio, Dr. Lauro deveria cuidar do próprio teto.