No Correio Braziliense, jornalista diz que crescimento da economia goiana é fruto da política agressiva de incentivos adotada por Marconi

Artigo do jornalista Carlos Alexandre sobre os avanços da indústria cabocla em Goiás, publicado no Correio Braziliense, desta terça-feira, aponta que o crescimento da indústria cabocla seja consequência, em grande parte, de agressiva política de incentivos fiscais adotada pelo governo de Goiás.

Segundo ele, o Distrito Federal tem condições de colher frutos do progresso que se instala ao lado. “O governo local e os investidores brasilienses precisam enxergar Goiás como celeiro de oportunidades, onde há enorme parcela de mão de obra e público consumidor disposta a fazer girar a economia regional.”