Exclusivo: Ministério Público recomenda ao Governo de Goiás só anunciar em jornais com circulação certificada

O Ministério Público Estadual e a Controladoria Geral do Estado fizeram recomendação à Agecom (Agência Goiana de Comunicação) para que os anúncios publicitários do Governo do Estado só sejam veiculados em jornais que tenham “circulação certificada”, o que, na prática, significa circulação comprovada por uma auditoria independente.

A recomendação à Agecom, na verdade, é muito mais ampla e atinge todas as mídias: além de exigir “certificação independente” para a circulação dos jornais impressos, o Ministério Público Estadual e a Controladoria Geral do Estado praticamente determinaram que sejam criados mecanismos de controle de despesas realizadas pelas agências de publicidades contratadas pelo Governo do Estado, com o “estabelecimento de critérios objetivos para a escolha dos veículos de comunicação, submetendo-os à certificação independente”.

O promotor Fernando Krebs, autor das recomendações, esteve reunido com o presidente da Agecom, Igor Montenegro, para encaminhar a recomendação.

Na saída, postou em seu Twitter que o encontro foi muito positivo.