Câmara de Catalão rejeita balancetes de Adib. Ex-prefeito está inelegível por oito anos

Notícia de última hora: a Câmara Municipal de Catalão acaba de rejeitar, por 12 votos a quatro, o balancete do ex-prefeito Adib Elias (PMDB) relativo ao ano de 2007. Com isso, Adib está inelegível por oito anos.

O blog Goiás24Horas apurou que o balancete está recheado de irregularidades. Uma delas é a dívida de R$ 2 milhões contraída com o Instituto de Previdência dos Servidores de Catalão (Ipasc), que parcelada em 240 vezes ultrapassou o valor de R$ 3 milhões.

Não cabe recurso ao ex-prefeito. A única medida cabível é recorrer, na justiça, a nulidade do julgamento – o que até os advogados do PMDB consideram impossível de acontecer.

Votaram pela aprovação dos balancetes dos vereadores Gilmar Antônio, Vandeval Florisbelo, Sargento Anísio e Jurandir Antônio.

A propósito: o presidente da Câmara, Deusmar Barbosa, aliado e compadre de Adib, não compareceu à sessão e nem enviou justificativa.