Justiça não aceita processo contra o blog 24 Horas e ainda condena Renatim Monteiro a pagar as custas em 5 dias

O juiz Carlos Luiz Damascena, da 11ª Vara Cível de Goiânia, indeferiu liminarmente a inicial e declarou extinto o processo de interpelação judicial proposto pelo publicitário Renato Monteiro contra o blog Goiás 24 Horas.

Renatim entrou com a interpelação judicial para exigir esclarecimentos do 24 Horas sobre notas onde se revela que o prefeito Paulo Garcia (PT) utiliza um software de monitoramento da internet e das redes sociais – o publicitário foi marqueteiro da campanha de Paulo Garcia em 2012 e assessora a estratégia de comunicação do prefeito.

Além do Goiás 24 Horas, a ação de Renatim visava também os jornalistas José Luiz Bittencourt, João Bosco Bittencourt e Antonio Danin Passos Júnior (diretor de Jornalismo da Agecom), segundo ele, Renatim, colaboradores do blog.

Em sua sentença, declarando extinto o processo, o juiz Carlos Luiz Damascena afirma que o procedimento do autor – Renatim Monteiro – não é adequado e que a interpelação judicial não se presta ao objetivo de obrigar alguém a fazer alguma coisa. Renatim foi condenado a recolher as custas do processo no prazo de cinco dias, sob pena de ter o seu nome lançado na lista de inadimplentes do cartório distribuidor.