Ideli dá uma de Lula e ataca TCU por investigar rastros de corrupção na obra do aeroporto de Goiânia

A exemplo do seu tutor político, o ex-presidente Lula, a ministra de Relações Institucionais da Presidência da República, Ideli Salvatti, atacou o Tribunal de Contas da União (TCU) por investigar rastros de corrupção nas obras do aeroporto de Goiânia. A bronca da ministra é porque a investigação retarda o andamento da obra.

“Ninguém aguenta mais suspender obra porque por ventura, talvez, exista indícios de corrupção em determinado projeto. Daí, se não acham nada, a obra é retomada por um preço muito mais caro e a população é quem paga por isso. Sem contar a espera interminável”.

A construção do novo terminal foi embargada em 2007, cinco anos depois da publicação do edital por parte do governo federal. O embargo foi feito pela Justiça Federal em Goiás.