Enfim, O Popular noticia criação de 127 novos cargos comissionados para o Ministério Público de Goiás

Em Cidades, O Popular noticia que, diante de questionamentos dos deputados, o procurador-geral de Justiça, Lauro Machado Nogueira, esteve ontem na Assembleia Legislativa para prestar esclarecimentos sobre o projeto de lei complementar que cria cargos, altera salários e aumenta a estrutura do Ministério Público Estadual (MP-GO).

A principal polêmica diz respeito aos 127 novos cargos comissionados. Ao total, o projeto prevê a criação de 258 postos e adequações salariais, cujo impacto para 2015 é calculado em R$ 16 milhões. Os salários para comissionados chegam a R$ 12,5 mil.

Ao detalhar o projeto que altera a estrutura do Ministério Público, o procurador-geral, Lauro Machado, diz que os cargos comissionados atenderão necessidade de substituições e projetos especiais. Ele não vê incoerência com a cobrança do MP por concursos porque, diz, os cargos são amparados pela Constituição.

O presidente da Casa, deputado Helder Valin (PSDB), que fez o convite ao procurador-geral, disse que a reunião foi tranquila e que Lauro esclareceu todas as dúvidas. “Ele próprio havia se colocado à disposição para esclarecimentos. O pessoal estava solicitando porque havia dúvidas e o procurador explicou ponto a ponto”, disse.