Tayrone e Djalma batem boca e lavam roupa suja do PT em plena Câmara Municipal

A sessão da Câmara de Goiânia última quarta-feira serviu de palco para (mais um?) bate boca entre dos vereadores Tayrone e Djalma Araújo, ambos do PT.

Tudo começou com Djalma reclamando da perseguição do PT, que não o indicou para compor a CEI da Amma nem o ouviu na definição do líder do partido na Casa. Djalma se dirigiu a Tayrone, fez duras críticas e exigiu respeito.

Tayrone, que mesmo novato, não afina para ninguém; tentou dar explicações, mas não conseguiu e a palavra voltou a Djalma que continuou a carga.

Tayrone retomou a palavra e propôs a Djalma uma reunião da bancada e teve a palavra cortada pelo presidente Clécio Alves. Aos gritos e exaltado, Djalma respondeu que não queria receber “coroa de flores” do PT.

O presidente teve que intervir para acalmar os ânimos e colocar fim à lavação de roupa suja do PT no parlamento municipal.