Crise da mídia: jornais dão manchetes vencidas sobre escolha do novo papa

Os jornais impressos estão perdendo de goleada para a comunicação via internet.

A escolha do papa Francisco é uma boa e forte oportunidade para visualizar a defasagem entre a circulação de informações online e o noticiário tradicional em papel.

Vamos conferir as manchetes de primeira página dos grandes jornais brasileiros sobre a escolha do novo papa.

Estadão: Francisco, o papa argentino.

Folha: Francisco, argentino é o 1º papa latino-americano.

O Globo: O papa das Américas.

O Popular: Sucessão no Vaticano: Hermano Francisco.

Correio: A missão de Francisco. 

Ou seja, nenhuma novidade que os leitores não soubessem desde a tarde do dia anterior, seja pela internet, seja pelo noticiário ao vivo das TVs.

E por isso que o jornalismo impresso está morrendo. Não há como acompanhar a velocidade e a agilidade da internet e das redes televisivas.