“É no mínimo estranha”, analisa Signates sobre briga de Clécio com Djalma

Em entrevista à Rádio Vinha FM na manhã desta sexta-feira, o cientista político Luiz Signates classificou como “estranho” o bate-boca entre os vereadores Clécio Alves (PMDB) e Djalma Araújo (PT) na sessão plenária da Câmara Municipal desta quinta-feira. O arranca-rabo foi motivado em função das obras de expansão do milionário grupo Hypermarcas na Capital.

“É estranho que dois vereadores se enfrentem com tanta violência por conta de uma obra de expansão de empresa privada. Estranho, para não dizer outra coisa”, afirmou Signates. Na sessão, Clécio foi advogado de defesa da Hypermarcas, enquanto Djalma cobrava a realização de uma audiência pública para discutir o assunto.

Reportagem recém-publicada pelo jornal Opção mostra que a Hypermarcas não possui nenhum dos alvarás ou licenças ambientais necessárias para tocar a expansão.