Veja como foi a despedida emocionada de Simão Cirineu na solenidade de hoje no Palácio Pedro Ludovico

Ao finalizar discurso, na solenidade desta sexta-feira em que assinou o contrato de empréstimo de R$ 1 bilhão e 560 milhões junto ao Banco do Brasil, o governador Marconi Perillo anunciou, após recitar a letra da música Encontros e Despedidas, de Milton Nascimento, o desligamento do secretário Simão Cirineu do governo.

Emocionado e com lágrimas nos olhos, Marconi leu: “Mande notícias/Do mundo de lá/Diz quem fica/Me dê um abraço/Venha me apertar/Tô chegando…/Coisa que gosto é poder partir/Sem ter planos/Melhor ainda é poder voltar/Quando quero…/Todos os dias é um vai-e-vem/A vida se repete na estação/Tem gente que chega prá ficar/Tem gente que vai/Prá nunca mais…//Tem gente que vem e quer voltar/Tem gente que vai, quer ficar/Tem gente que veio só olhar/Tem gente a sorrir e a chorar/E assim chegar e partir…”

choro 2

Marconi agradeceu o empenho do secretário da Fazenda por quase três anos à frente da pasta e, disse que compreendia a “volta para casa” do secretário, mas que o Governo estava de portas abertas para quando ele quiser retornar a Goiás.

Simão Cirineu já havia anunciado no primeiro semestre deste ano que deveria deixar o Governo por necessidade de ficar mais próximo de sua família, já que, há mais de dez anos, trabalha em governos estaduais como secretário de Fazenda. Ele postergou o desligamento da pasta após pedidos recorrentes de Marconi para que permanecesse, auxiliando no desenvolvimento das contas e do equilíbrio fiscal.

Também muito emocionado, o secretário despediu-se afirmando que a partida não é definitiva e que sempre que chamado por Marconi para auxiliar em alguma decisão, estará pronto. “Tenho alguns problemas particulares, deixei a minha família para trabalhar nos estados e estou há mais de dez anos nessa luta, e tenho que voltar para casa. Mas me sinto recompensado por tudo o que fizemos em Goiás, que é um estado pujante, eficiente, é o centro do país, lugar de onde vamos irradiar todo o desenvolvimento do país”, disse Cirineu.

Sobre a homenagem que recebeu do governador, o secretário foi sucinto: “Nunca vi isso na minha vida, e já passei por muitos lugares. O carinho do governador foi muito grande comigo”, enfatizou.

choro 3