Daniel Vilela diz que foi “perseguido” pela PF por ser oposição a Marconi. Marconi manda na PF, por acaso?

Desnorteado, o deputado estadual Daniel Vilela (PMDB) subiu à tribuna da Assembleia Legislativa nesta terça-feira para justificar o seu relacionamento com lobistas de uma organização criminosa que roubava institutos de previdência municipais.

Daniel não esclareceu pontos fundamentais que dizem respeito a ele na investigação da Polícia Federal. Primeiro: por que ele mentiu a respeito da quantidade de vezes que teve contato com a louraça Luciane Hoepers, operadora da quadrilha?

O que falou com ela em almoços e ligações telefônicas?

Daniel afirmou que é vítima de perseguição por parte da Polícia Federal por pertencer à bancada de oposição ao governador Marconi Perillo (PSDB). “Quando você decide ser oposição, vai estar sempre em condição de inferioridade”.

Marconi manda na PF então, Daniel?