Mulher-pastinha diz em vídeo que é “bem fiel”. Vamos ver no depoimento dela à PF se é mesmo

Em seu vídeo no Youtube, que documenta o ensaio fotográfico que ela fez para o programa Casa Bonita, da Rede Globo, a mulher-pastinha Luciane Hoepers, que aliciava políticos para a quadrilha que desviava recursos de fundos de pensão municipais, conta qual é o tipo de homem que ela gosta.

“O cara precisa ter criatividade para a primeira cantada”, explica Luciane.

Exigente, ela garante que “não adianta ter um bom físico e não ter cérebro”.

E aí vem uma pérola: “O que eu mais valorizo no homem é o caráter, a fidelidade e o carinho com que ele trata a companheira dele”.

Depois das revelações da Operação Miquéias, que flagrou peemedebistas goianos envolvidos com a moça (o inquérito traz até uma foto dos deputados Samuel Belchior, Daniel Vilela e Leandro Vilela almoçando com Luciane), as frases de mulher-pastinha, no vídeo que foi gravado em 2010, mudam completamente de sentido.

Por exemplo: “Sou bem fiel”, declara Luciane (é o que os políticos aliciados por ela para colaborar com a quadrilha dos fundos de pensão vão conferir agora, quando vier à tona o depoimento que ela deve prestar à Polícia Federal, que a prendeu).

Arrematando a entrevista, no vídeo no Youtube, Luciane assegura também que, “no amor, sou bem criativa quanto as partes íntimas”.

Veja o vídeo: