Opção: Vice-prefeito Agenor diz que Iris reclama que Paulo Garcia deixou de ouvi-lo

Leia nota publicada no Jornal Opção:

Vice-prefeito Agenor Mariano: porta-voz da reclamação de Iris
Vice-prefeito Agenor Mariano: porta-voz da reclamação e dos recados do decano Iris Rezende

Mal se sentou na cadeira do prefeito Paulo Garcia (PT), de forma interina, Agenor Mariano (PMDB) deu declarações defendendo o nome de Iris Rezende (PMDB) como candidato a governador em 2014, postulação ambicionada pelo petista de forma cautelosa, por enquanto. Segundo Agenor, Paulo Garcia deixou de ouvir o padrinho Iris e passou a tocar o barco sem palpites do ex-prefeito.

Dessa forma, numa tacada extremamente estratégica, Iris mostra para Paulo que, embora o petista seja o prefeito de fato e de direito, ele está rodeado de iristas por todos os lados, como uma ilha político-partidária. Segundo aliados, Iris tem reclamado também que o início confuso da administração de Paulo pode atrapalhar seus planos eleitorais. Nessa avaliação, os problemas do começo do segundo mandato do petista se devem em grande parte ao seu novo estilo de não mais ouvir o decano peemedebista.

Para quem conhece o estilo personalista de Iris, nada a estranhar: ele sabe como ninguém manter o controle de seu partido e de quem faz aliança com ele.

As declarações de Agenor seriam uma estratégia para fortalecer Paulo Garcia, cuja imagem está muito ligada ao ex-prefeito? Há poucos dias, ao Jornal Opção, Paulo continuou exaltando Iris Rezende como amigo e disse que mais do que nunca tem o ex-prefeito como referência máxima na política e na administração pública.

No meio político, já há quem coloque em dúvida a manutenção da aliança vitoriosa entre PMDB e PT, que já deu aos dois partidos três mandatos na capital. Nas duas siglas há os que querem a cabeça de chapa na majoritária em 2014. Como está muito cedo, certamente que Iris e Paulo vão colocar os ânimos dos seus correligionários nos devidos lugares.