Daniel e Samuel foram a Catalão, em 2012, para apoiar Adib. Dois meses depois, houve as aplicações nos fundos podres

Na campanha eleitoral de 2012, que se encerrou em 7 de outubro, os deputados estaduais Daniel Vilela e Samuel Belchior foram a Catalão para participar de comício em favor da candidatura de Adib Elias, do PMDB.

Dois meses depois, o fundo de pensão da Prefeitura de Catalão, sob a gestão de Velomar Rios, também do PMDB, retirou R$ 11 milhões de aplicações seguras no Banco do Brasil e na Caixa Federal e “investiu” nos fundos operados pela quadrilha desbaratada pela operação Miqueias – os fundos Adinvest, Vitória Regia, Atico Florestal e Atico Imobiliário.

Segundo a Polícia Federal, quando a Prefeitura de Catalão “investiu “ nesses fundos, eles já estavam na lista negra do Banco Central e da Comissão de Valores Mobiliários, por acumular prejuízos com a troca de papeis entre eles próprios e por engolir papeis do Banco BVA, cuja liquidação havia sido decretada pelo BACEN.

A foto mostra comício do candidato do PMDB, Adib Elias, em Catalão.

À esquerda, estão Daniel Vilela e Samuel Belchior.