Mentira atrás de mentira: veja mais diálogos de Samuel, agora confessando que pagou propina a prefeito

O presidente regional do PMDB e deputado estadual Samuel Belchior se enrola cada vez mais no escândalo de corrupção que chegou à imprensa nacional nas curvas generosas da ex-modelo catarinense Luciane Hoepers.

Ela atuava como aliciadora de prefeitos e gestores de fundos previdenciários municipais para a rede de corrupção montada pelo doleiro Fayed Troboulsi, preso na carceragem da Polícia Federal em Brasília.

Na página 906 do relatório das conversas telefônicas interceptadas pela Polícia Federal, que foram feitas com autorização da Justiça Federal, Belchior fala com a “pastinha” sobre negócios em Várzea Grande (MT), conta que deu “participação” financeira ao prefeito da cidade e revela à modelo que está comprando um avião bimotor.

O peemedebista goiano era muito mais que um simples amigo da “pastinha” e ex-modelo. Lá pelas tantas – demonstrando muita intimidade e fazendo galanteios -, Belchior pede para Luciene parar de chamá-lo de deputado.

Confira o trecho das escutas:

conversas samuel belchior e luciane hoepers