Samuel encarna Rolando Lero e não explica envolvimento com quadrilha que fraudava fundos de previdência municipal

Samuel Belchior derrama lágrimas de crocodilo por onde passa, mas a verdade é uma só: até agora ele não deu explicações convincentes para o envolvimento com o esquema de corrupção que veio à tona com a Operação Miqueias.

O deputado peemedebista fez um discurso borocoxô na Assembleia Legislativa e está achando que aplausos da claque comandada pelo assessor Leopoldo Veiga Jardim representam a opinião pública.

Samuel Belchior precisa esclarecer se era ou não lobista da quadrilha de Fayed Treboulsi e não agiu em parceria com a pastinha Luciane Hoepers no aliciamento de prefeitos e gestores de fundo previdenciários municipais em Goiás, Acre e Mato Grosso.

Fora disso, tudo é pura embromação.