O jeito eleitoreiro, impostor e oportunista de Mauro Rubem fazer política e se posicionar sobre greves de trabalhadores

 

Os fatos estão desmascarando o deputado Mauro Rubem e revelando o jeito eleitoreiro e hipócrita de fazer política e se posicionar diante das greves que acontecem no Estado.

No caso do movimento dos professores municipais, que lutam contra uma administração do PT de Mauro Rubem, o parlamentar se calou, não fez discursos na tribuna da Assembleia, não postou nada nas redes sociais, não atacou o prefeito como faz com o governador nem participou de assembleias e passeatas.

Quando sua omissão começou a sujar seu filme, ele tentou forçar amizade fazendo uma visita ao plenário da Câmara. Claro, foi vaiado pelos professores pelo seu jeito impostor e oportunista de fazer política.

Mas no caso da greve dos policiais civis, Mauro Rubem se transformou, faz discursos, acusa o governador de ser o responsável pela paralisação, sapateia, esgoela… Só falta colocar um melancia no pescoço para ser notado.

Só que ninguém mais acredita na sinceridade de Mauro Rubem.

Tudo isso é de mentirinha.

Ele está de olho apenas nos votos dos servidores.