Paulo Garcia dá aula de truculência e encerra negociação com professores

O prefeito de Goiânia, Paulo Garcia (PT), deu por encerradas as negociações com os professores da Capital, que estão em greve há 23 dias. Em coletiva de imprensa convocada para tarde de hoje, o prefeito disse que considera a minuta entregue pela Secretaria de Educação na última terça-feira o passo final da negociação, que o documento contempla todos os pontos da pauta de greve e que a administração não tem dever algum de ceder mais.

Paulo Garcia afirmou ainda que avalia adotar punições contra os professores, como o corte do ponto enquanto houver paralisação.

Os professores decidiram manter a greve em assembleia realizada no começo da manhã de hoje, por entender que o prefeito não demonstrou disposição em atender a categoria em ponto nenhum.