Essa é boa: Jarbas, no Giro, diz que quando fecha as portas, em feriadões, Estado faz economia para os cofres públicos

Na coluna Giro, de O Popular, nesta sexta-feira, o jornalista Jarbas Rodrigues vai longe: em uma nota curta, ele afirma que, ao parar as suas atividades no feriadão de 24 de outubro, data do aniversário de Goiânia, o Estado estará fazendo economia.

O feriadão começa na quinta-feira e vai até o domingo. Portanto, serão quatro dias de portas fechadas. Segundo Jarbas Rodrigues, economizando para os cofres públicos.

Por esse raciocínio, imaginem só a poupança que o governo dos Estados Unidos está fazendo com a paralisação das atividades essenciais em Washington, devido a problemas com a votação do orçamento. Ou a Prefeitura de Goiânia, que certamente, de acordo com o raciocínio do colunista do Giro, também deve estar economizando uma fortuna com a greve dos professores, para prejuízo das crianças que estão sem aulas.

Jarbas não cita a fonte nem mostra números para a sua afirmação estapafúrdia, Textualmente, ele escreveu: “Os servidores estaduais terão folga de quinta-feira (aniversário de Goiânia) até a segunda, 28, Dia do Servidor Público. O Estado avalia que gera economia aos cofres públicos”.