Vanderlan é denunciado pelo MP Estadual por improbidade administrativa e dá a desculpa tradicional: “É perseguição política”

Segundo reportagem de O Popular, nesta sexta-feira, “o Ministério Público Estadual (MP-GO) anunciou ontem que acionou o ex-prefeito de Senador Canedo, Vanderlan Cardoso (PSB), por improbidade administrativa decorrente de irregularidades na desapropriação de imóveis na cidade, em 2009, cuja área serviria para a construção de uma biblioteca municipal”.

Vanderlan se junta a Iris Rezende, Paulo Garcia, Wagner Siqueira, Samuel Belchior e mais uma carrada de nomes de partidos oposicionistas que enfrentam problemas com a Justiça.

A exemplo de todos os outros, Vanderlan também apresentou as justificativas de praxe: não sabia de nada, não fez nada de errado e tem confiança na Justiça, que no final colocará tudo em pratos limpos e o absolverá de qualquer culpa.

Ah, lógico: Vanderlan também garantiu que o processo tem “motivação política”, baseado no fato de que ele é pré-candidato a governador do Estado.