Eleito com votos da Educação e hoje inimigo dos professores, Tayrone recebe críticas no Twitter

A greve dos servidores da Educação acirrou o clima negativo entre o vereador Tayrone di Martino (PT) e a sua principal base eleitoral: os professores da rede municipal de ensino.

Na Câmara trocaram o letreiro do gabinete e rebatizaram-no como Tra-yrone. Mas é no Twitter que as críticas se avolumam. “Faltam vontade política e sensibilidade”, resume a professora Adriana Lúcia (@Adriana63314244). “Penso que voto de professor, esse grupo pode esquecer. Só quem está dormindo no chão da câmara em situação desumana pode saber”.

Depois de um post do vereador em que ele pede forças a Deus para lutar em busca (sic) de uma sociedade melhor, Charles Matos (CMatosJ) pega o Tayrone no contrapé. “Sociedade melhor? Comece saindo do PT”.

A professora Karla Martins, em um post, traduziu o sentimento de boa parte da categoria: “Gente, acho que nunca mais vou fazer campanha para alguém. Apoiei e trabalhei para @TayroneDMartino agora…só ouço chacota comigo…nossa.”