Irmãos Friboi gastam milhões comprando ilha, jatinhos, casas e apto em New York

Os irmãos Batista – Wesley, Joesley e Júnior – entraram numa onda de aquisições milionárias, do fim de 2012 para cá. Mas não se trata de empresas e sim de produtos, digamos assim, que valorizam o bem viver.

Wesley comprou por R$ 42 milhões a casa do médico Carlos Alberto Oliveira Andrade, dono da CAOA, a milionária representante da Hyundai no Brasil. O imóvel fica no Jardim América, em São Paulo, e é considerado uma das melhores residências da capital paulista, quase igual à do banqueiro falido Edemar Cid Ferreira, que foi avaliada em R$ 50 milhões.

Outro irmão, Joesley, comprou a ilha de Luciano Huck e Angélica, em Angra, por um preço não revelado.
Ainda no final de 2012, Joesley comprou o apartamento do publicitário Nizan Guanaes em New York, no imponente Olimpic Tower, um edifício de 51 andares na tradicional Quinta Avenida, pagando US$ 15 milhões de dólares. O prédio foi construído por Aristóteles Onassis.

Para a movimentação do trio, a JBS desembolsou também US$ 50 milhões de dólares por um Gulfstream G 550, zero quilômetro. O jato, que acaba de chegar, se juntará à frota da holding, que já possui um Legacy e um Learjet.

E Júnior Friboi, onde entra nessa milionária gastança? Ele tem a sua parte, sim, e acaba de encomendar um iate de 140 pés para navegar pelas águas do litoral de Miami. Pagou US$ 15 milhões pelo brinquedo, que lhe será entregue dentro de dois anos.

Pelos cálculos de Júnior, quando ele for governador de Goiás.