Adesão de servidor do IML à greve causa atrasos na liberações de cadáveres

O Popular informa que a adesão dos auxiliares de autópsia à greve dos Policiais Civis já está causando atrasos na liberação de cadáveres no Instituto Médico-Legal (IML). Ontem, no primeiro dia de interrupção das atividades no período noturno, os familiares de uma mulher de 62 anos, que morreu em decorrência de acidente vascular cerebral (AVC) hemorrágico, esperaram 11 horas e meia para ter acesso ao corpo e realizar as cerimônias fúnebres.