Vecci, candidato a deputado federal, dá entrevista como coordenador da demissão em massa de comissionados. Quem entende?

O secretário do Planejamento e Gestão, Giuseppe Vecci, candidato declarado a deputado federal nas eleições de 2014, aparece nesta quinta-feira em entrevista a O Popular falando sobre o processo de demissão em massa de 3,3 mil comissionados estaduais.

É, no mínimo, um ato de coragem. Candidatos não entram em bolas divididas nem se envolvem com assuntos que podem gerar desgastes eleitorais.

A demissão de comissionados é um assunto que coloca em pânico não apenas os quase 10 mil deles que existem no Estado, mas também os seus familiares e amigos. No final das contas, podem estar envolvidas mais de 50 mil pessoas – a maioria eleitores, claro.

O secretário Giuseppe Vecci disse também que não existem critérios objetivos para a seleção dos nomes que serão “contemplados” com a demissão – o que significa, em tese, que qualquer um dos 10 mil comissionados do Estado a partir agora está correndo o risco de ir para a rua.