Professor da UFG escreve artigo sobre Goiânia, com 7 críticas a Paulo Garcia e apenas uma ao Governo do Estado

O professor Tadeu Alencar Arrais, doutor em Geografia e professor da Universidade Federal de Goiás, publica artigo na página de opinião de O Popular, nesta quinta-feira, sobre o aniversário de Goiânia – e conclui que não há motivos para comemoração.

Ele faz exatamente sete críticas à ação da Prefeitura de Goiânia e apenas uma ao Governo do Estado. Tadeu Alencar aponta problemas que comprometem a qualidade de vida da população da capital e, no final, compara Goiânia com Sucupira, a cidade fictícia da novela da Globo.

As sete críticas à Prefeitura são:

1 – Calçadas que não garantem a acessibilidade.

2 – Praças transformadas em rotatórias.

3 – Congestionamentos frequentes.

4 – Filas nos postos de saúde.

5 – Professores em greve.

6 – Som automotivo que atrapalha o repouso e

7 – Leis de uso e regulação do solo que são alteradas para beneficiar poucos.

Ao Governo do Estado, o professor dirige apenas uma condenação: a venda de áreas públicas em Goiânia, que poderiam ser destinadas, segundo ele, a obras com finalidades coletivas.

Conclusão: “Esperamos shows, inaugurações (mesmo que parciais!), anúncios de obras, discursos enfadonhos, sem saber que precisamos, mesmo, é preservar os espaços públicos sem os quais a cidade perde seu sentido de existência”.