No DM, Paulo diz que não veio para aparecer, mas pra fazer. Por que, então, gastou uma fortuna para aparecer na televisão?

O prefeito Paulo Garcia continua sendo o rei da contradição. Ou craque a arte de dizer uma coisa e fazer outra completamente oposta.

Assim, vai dizendo que não inaugura obra sem estar acabada, mas inaugura, que não faz propaganda de obra não concluída, mas faz e assim por diante.

Mas ponto máximo ele atingiu em entrevista ao Diário da Manhã.

Disse: “Não vim para aparecer, mas para fazer”.

Dois pontos no mínimo controversos.

Ele pagou uma fortuna para aparecer em pronunciamento nas tevês e não vem fazendo obras em Goiânia.