Em vez de admitir erro do prefeito em túnel da Araguaia, secretária do PT ataca imprensa

O petismo, no Brasil inteiro, segue um comportamento padrão. Nega-se a dar o braço a torcer quando erra e atribui fatos negativos à conjuntura política ou à imprensa (que o PT batizou de Partido da Imprensa Golpista – PIG).

A secretária de organização do partido em Goiânia, Paula Beiro, é exemplo disso.

Paula sempre reage com violência quando os jornais da Capital publicam notícias negativas para prefeitura de Goiânia e colegas de partido, ou quando divulgam fatos positivos para os adversários do PT.

Não foi diferente quando a secretária foi confrontada com a notícia do jornal O Popular de que o túnel recém-inaugurado da Avenida Araguaia parece uma peneira, que tanta água que escorre pelo teto quando chove.

“Não adianta explicar porque a @fpulcineli esta com esta mania de perseguição”, disse Paula, em referência à jornalista Fabiana Pulcineli. “Você colocou de forma a constranger o Prefeito e sua gestão. O que é corriqueiro”.

A resposta de Fabiana veio em igual medida. “O duro é vocês não reconhecerem o erro. Preferem atacar a imprensa. Quem sempre falou que não inaugura obra inacabada, @PaulaBeiro ? Mostrei o fato. Se constrange o prefeito, é por responsabilidade dele”.

Quem ataca a imprensa, Paula, é quem flerta com autoritarismo.

É quem não gosta de democracia.