Só 30% dos agentes da SMT estão na rua a trabalho. Alguém sentiu falta dos outros?

Em protesto contra o atentado ao agente de trânsito Eduardo Arruda, 34, na noite da última quinta-feira, os demais agentes da Secretaria Municipal de Trânsito (SMT) se aquartelaram. Apenas 30% do contingente está na rua a trabalho (informações da Rádio CBN).

Se os motoristas que trafegam na cidade soubessem da informação, notariam que nada mudou no tráfego com a ausência deles, porque já são funcionários ausentes por natureza.

É raríssima a cena de um agente da SMT coordenando o trânsito em Goiânia no horário de pico. Só são notados quando multam à revelia e o boleto chega em nossas casas.

Vê-los em trabalho sempre foi algo improvável. Agora, continua sendo. Apenas isso.