Paulo Garcia caiu no conto do marqueteiro Renato Monteiro e enterrou o projeto político

O prefeito Paulo Garcia tinha tudo para estar bem nas pesquisas eleitorais e no quadro da sucessão de 2014.
Foi reeleito no primeiro turno, administra uma cidade sem grandes problemas e poderia ser a novidade do pleito, como aparece Antônio Gomide.

Mas na pesquisa Serpes, Paulo Garcia aparece na rabeira, num desempenho ridículo para um prefeito de Goiânia.

Um vexame.

Por que Paulo Garcia não decolou?

O prefeito caiu na bobagem de fazer do marqueteiro Renato Monteiro uma espécie de guru da Prefeitura.

Se deu mal.

Renatim não é João Santana.

Mas Paulo ainda tem tempo de se recuperar.

Basta abrir os olhos.