Em Goiânia é assim: quem espera ônibus em dia de chuva chega em casa encharcado

Este é mais um retrato do abandono ao qual Goiânia está submetida. O tempo de chuva começou e a prefeito Paulo Garcia (PT) deixou mais de 2,5 mil pontos de ônibus sem abrigo para passageiros.

O resultado do descaso é esse: quem espera ônibus para ir para casa debaixo do temporal chega em casa encharcado.

Enquanto isso, o prefeito paga jetons de R$ 280 mil para quem participa de reuniões sobre Plano Diretor e liquidação da Comdata. Enquanto isso, paga salários milionários para os marajás da Comurg, escondidos sob o manto da omissão do chefe do poder Executivo municipal.

É justo com quem paga impostos?