Wellington Peixoto esperou em vão telefonema de solidariedade de Friboi

O vereador Wellington Peixoto (PSB) disse hoje na Câmara que não recebeu apoio do PSB, nem mesmo um simples telefonema. Ele foi levado coercitivamente para depor pela Operação Jeitinho, que apura irregularidades na concessão de licenças ambientais na Amma.

O presidente do PSB em Goiás é o empresário e bilionário Júnior Friboi, pré-candidato ao governo de Estado. Peixoto, assim como Paulo Borges, esteve na tribuna da Câmara hoje de manhã e se defendeu das acusações. “Fui submetido a uma situação vexatória e humilhante, que causou transtorno em minha vida particular, denegriu a minha imagem pessoal e profissional, ferindo completamente a minha honra”, disse o vereador.