Leitor de O Popular reclama dos caminhões de lixo da Prefeitura: “É mau cheiro e chorume por todo lado”

Uma carta publicada pelo jornal O Popular faz uma revelação que, se for verdadeira, justificaria até a demissão do atual presidente da Comurg – a empresa da Prefeitura de Goiânia que é responsável pelos serviços públicos municipais na capital, inclusive o recolhimento de lixo.

O leitor Paulo Padovani Rocha, do setor Bueno, escreveu a O Popular para reclamar do barulho e da sujeira esparramada pelos caminhões que recolhem o lixo. Em especial, ele faz uma citação ao líquido que escorre da caçamba desses caminhões – o chorume –, que deixa as ruas com mau cheiro durante longo tempo após a passagem dos veículos.

E aí vem a revelação: segundo Paulo Padovani Rocha, os caminhões de lixo dispõem de um reservatório para guardar o chorume até o seu descarte final, sem que seja derramado nas ruas.

Paulo suspeita que, se isso não acontece, o motivo pode ser até proposital, “para incomodar os moradores”.

E define o serviço de lixo de Goiânia como “lambança”.

Veja a carta na íntegra:

Coleta de lixo

Sou morador do Setor Bueno e gostaria de salientar a falta de respeito da Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg) com seus caminhões de coleta de lixo. Por onde passam, deixam mau cheiro e lambança pelo chorume derramado.

Estes veículos possuem um compartimento para que este líquido gerado ao prensar o lixo não derrame nas ruas, porém não é o que vemos. Outro detalhe é o barulho exorbitante que é feito por eles no período noturno. Parece ser proposital para incomodar os moradores dos prédios.

Paulo Padovani Rocha
Setor Bueno – Goiânia