Tribuna do Planalto: 4 jornalistas entrevistam Vanderlan e nenhum pergunta pelas propostas do empresário

Ocupando duas páginas e chamada no alto na primeira página, a entrevista do empresário Vanderlan Cardoso ao semanário do Tribuna do Planalto chama atenção porque foi feita por quatro jornalistas, o entrevistado é um pré-candidato ao Governo do Estado e ninguém perguntou ou tratou das propostas que ele, o pré-candidato, deveria ter para Goiás.

Foram quase 30 perguntas, feitas pelos jornalistas Eduardo Sartorato, Filemon Pereira, Marcelo Tavares e Murillo Soares, que renunciaram às regras mínimas da profissão para produzir uma entrevista sem nenhuma polêmica, questionamento, debate ou revelação de importância.

Vanderlan, que diz ter (mas não dá os nomes) uma equipe de “técnicos com formação acadêmica e científica” trabalhando em um plano de metas para Goiás, também não tomou a iniciativa de falar sobre as propostas que deveriam justificar a sua pretensão de governar o Estado.

Transparece, no longo texto de 3.150 palavras, que o empresário tem uma vontade pessoal – uma obsessão – de vir a ser governador, não um projeto para o futuro do Estado e do povo goiano.