Para a oposição em Goiás aprender: quer governar? Apresente primeiro um plano

A oposição em Goiás está mergulhada em uma profunda discussão sobre as eleições do ano que vem, mas… só em torno de nomes.

Não há nenhuma proposta para o Estado – nenhuma mesmo – colocada em debate pelos partidos ou pelos pré-candidatos oposicionistas.

Em termos nacionais, um bom exemplo acaba de ser dado pelo senador Aécio Neves, que deve ser o candidato do PSDB à Presidência. Ele anunciou o lançamento, nos próximos dias, de um plano com diretrizes para a área econômica, focado em pelo menos 12 pontos. O plano será uma prévia do programa de governo de Aécio.

Segundo formuladores do documento, o texto será um delimitador dos valores da plataforma do PSDB. Entre os 12 pontos estão principalmente: recuperar a credibilidade perdida na área econômica; melhoria do ambiente de investimentos, para aumentar a entrada de recursos privados; e um novo Pacto Federativo, com defesa da volta de uma maior autonomia de Estados e municípios.

Taí o exemplo para Júnior Friboi, Antonio Gomide, Vanderlan Cardoso, Iris Rezende e todos os demais nomes da oposição que alimentam o sonho de governar Goiás. Exemplo que também serve para os seus respectivos partidos.

Quer ser governador? Quer ganhar o Governo? Apresente suas ideias primeiro.