Iris diz que acompanhou “com tristeza” a Operação Miqueias, que ligou Samuel Belchior a mafiosos da previdência

Numa entrevista prolixa e sem ideias claras para Goiás, o pré-candidato a governador Iris Rezende (PMDB) expôs sua consternação com o afilhado e deputado estadual Samuel Belchior (PMDB) por conta do seu envolvimento com a máfia dos institutos municipais de previdência.

Iris afirma que acompanhou o episódio “com tristeza”. “Cada vez que acontece um fato como esse vai ficando mais difícil para a pessoa tirar um pouco do seu tempo para política. Quer dizer, ninguém quer falar sobre política”.

Teve mais: o ex-governador, também tratando da operação Miqueias e do afilhado, disse que o eleitor “vota sem pesquisar se o cara presta ou não”.

Tá preta a coisa, hein Samuel?