Iris fala com orgulho da usina de Cachoeira Dourada, que ele construiu… e Maguito vendeu

Na longa e saudosa entrevista de Iris Rezende ao Diário da Manhã, que não trouxe uma ideia nova para Goiás, o ex-prefeito lembra com orgulho que construiu a quarta etapa da usina de Cachoeira Dourada, que segundo ele “levou o sistema de energia” para a região Norte de Goiás.

Faltou dizer que o seu pupilo e sucessor, Maguito Vilela (PMDB), entregou tudo de mão beijada para o grupo espanhol Endesa poucos anos depois.

Tem mais: o ex-prefeito se esquece de dizer que construiu a quarta etapa da usina apesar de protestos veementes de técnicos da Celg, que argumentavam que a obra (faraônica) não acrescentariam nada ao complexo gerador de energia.

Em vez disso, segundo os técnicos, seria melhor construir Corumbá (depois vendida, também, a preço de banana).

Sem Cachoeira Dourada e Corumbá, a Celg sofreu grande baque nas finanças. Essa é a verdadeira história, e Iris precisa ser correto com ela.