Em artigo sem novidade alguma, Fabiana dá uma de censora ao misturar crítica política de Marconi a Lula com assuntos de governo

A jornalista Fabiana Pulcineli não estava inspirada quando escreveu o artigo que o jornal O Popular publica nesta segunda-feira na coluna Cena Política, o principal espaço de opinião da redação.

Normalmente, a repórter traz à tona temas interessantes, com reflexões também interessantes, à exceção da semana passada em que ela tropeçou ao abordar a reforma administrativa do governo, quando outros assuntos mais quentes estavam em pauta.

Mas nessa segunda a jornalista oferece aos leitores um texto sobre a Celg sem novidade alguma, num raciocínio sem pé nem cabeça, para não chegar a nenhuma conclusão.

Pior ainda: ela mistura alhos com bugalhos ao dar uma de censora e recriminar uma crítica política que o governador Marconi Perillo fez na semana passada ao ex-presidente Lula.

Para Fabiana, o comentário do tucano, que ela chama de “ataques”, pode ter atrapalhado as negociações sobre a federalização da Celg – vale lembrar que Lula não integra o Governo Federal, primeiro, e que o Governo Federal não tem o direito de pautar suas decisões por questões políticas.

Enfim, palavras nada mais do que palavras ao vento.