Marina propõe o Dia do Samba. Karlos Cabral, o Dia do Sertanejo. Dá vontade de chorar, né?

Dois gloriosos petistas nos fizeram ter vergonha dos políticos que representam Goiás nesta quarta-feira. O deputado estadual Karlos Cabral, que não deve ter mais o que fazer, propôs à Assembleia que perca tempo analisando o Dia da Música Sertaneja. A deputada federal Marina Sant’Anna fez o mesmo com o Congresso, e apresentou projeto que cria o dia nacional do samba.

Pode chorar, caro leitor. Tá feia a coisa mesmo.