Norte-Sul sob ameaça de novos atrasos por causa de corrupção na Valec. Pois é…

O Popular registra que o processo de licitação da Valec para compra de trilhos para a Ferrovia Norte-Sul que vai ligar Goiás a São Paulo pode levar o governo federal a atrasar a conclusão da obra, prevista para ser entregue no primeiro semestre do ano que vem. Confusa, a licitação foi cancelada no mês passado por recomendação do Tribunal de Contas da União (TCU) e um novo edital foi aberto.

Reportagem acrescenta que, sobre a recomendação do TCU que será encaminhada ao Congresso para paralisação das obras e retenção de recursos, a Valec respondeu que os contratos da Norte-Sul que foram alvo de fiscalização do tribunal encontram-se rescindidos. A assessoria acrescentou que a estatal aguarda pronunciamento definitivo do TCU sobre o caso.

Em reportagem coordenada, a informação é de que, ao apontar prejuízos na ordem de R$ 54,5 milhões por conta de irregularidades na construção da Ferrovia Norte-Sul, o Tribunal de Contas da União (TCU) recomendou ontem a paralisação da obra no Tocantins e a retenção dos valores referentes ao trecho goiano. O encaminhamento consta no relatório Fiscobras 2013, divulgado ontem pelo órgão.